28°
Máx
17°
Min

PIB tem sexta queda consecutiva na comparação na margem, mostra IBGE

A retração de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre na comparação os três primeiros meses do ano foi a sexta queda consecutiva nessa base de comparação. A última vez em que houve resultado positivo foi no quarto trimestre de 2014, quando variou 0,3%.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou nesta quarta-feira, 31, os resultados das Contas Nacionais Trimestrais.

A queda de 2% da agropecuária foi influenciada por culturas com safra no segundo trimestre que estão com expectativa de queda no ano, afirmou Claudia Dionísio, gerente de contas trimestrais do IBGE.

Entre elas, cita arroz, milho, soja e feijão. Apenas o café apresentou expectativa de crescimento, de acordo com a gerente do IBGE.

Outra comparação

Com a queda de 3,8% ante o segundo trimestre de 2015, o Brasil chega ao nono trimestre consecutivo de retração no PIB nesta base de comparação.

Na análise por semestre, o País atingiu dois anos de taxas negativas, com início no segundo semestre de 2014. Nos primeiros seis meses de 2016, a taxa semestral ficou negativa em 4,6% na comparação com o mesmo período do ano anterior.