23°
Máx
12°
Min

Porcentual de cheque devolvido tem maior nível para janeiro desde 91, diz Serasa

O aprofundamento da recessão econômica, o avanço do desemprego e a queda do poder de compra pesaram para manter elevado o nível de inadimplência com cheques no início do ano, segundo a Serasa Experian. O porcentual de cheques devolvidos pela segunda vez por falta de fundos recuou para 2,41% do total compensado em janeiro de 2016, de acordo com levantamento da empresa. Em dezembro do ano passado, o índice estava em 2,42%.

Apesar da retração na margem, trata-se do maior nível para o primeiro mês do ano desde o início da série histórica, em 1991. Em janeiro de 2015, o indicador estava em 2,06%.

O total de cheques compensados em janeiro foi de 46,834 milhões, dentre os quais 1,128 milhão foram devolvidos.