22°
Máx
17°
Min

Prévia da confiança da indústria interrompe altas e cai em agosto, diz FGV

O Índice de Confiança da Indústria (ICI) apurado na prévia da sondagem de agosto ficou em 86,9 pontos. O resultado significa um recuo de 0,2 ponto em relação ao resultado final de julho, que foi de 87,1 pontos, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Se confirmado pelo indicador consolidado, o resultado interrompe uma sequência de cinco altas consecutivas no ICI, que levaram a um ganho acumulado de 12,4 pontos entre março e julho.

"Ainda que confirmada na versão final, em 29 de agosto, a queda do ICI sinalizada pela prévia é muito suave, podendo ser interpretada como acomodação após uma sequência de altas expressivas, sem alterar a tendência de alta do índice no ano", avaliou Aloisio Campelo Jr., superintendente adjunto para Ciclos Econômicos do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

A prévia de agosto mostra melhora das avaliações sobre a situação atual e piora das expectativas do setor industrial para os meses seguintes. O Índice da Situação Atual (ISA) avançou 0,9 ponto, para 86,1 pontos, enquanto o Índice de Expectativas (IE) recuou 1,2 ponto, para 87,8 pontos.

Nuci

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da indústria atingiu 74,1%, segundo a prévia da Sondagem da Indústria da FGV. O resultado, já livre de influências sazonais, é 0,2 ponto porcentual inferior ao apurado na sondagem de julho, de 74,3%.

A prévia dos resultados da Sondagem da Indústria abrange a consulta a 782 empresas entre os dias 1º e 16 de agosto. O resultado final da pesquisa para agosto será divulgado no próximo dia 29.