22°
Máx
17°
Min

Produção brasileira de aço bruto em abril cai 20,6% ante abril de 2015, diz IABr

A produção brasileira de aço bruto em abril caiu 20,6% em relação ao mesmo mês do ano passado, para 2,3 milhões de toneladas, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira, 18, pelo Instituto Aço Brasil (IABr). Na comparação com o mês imediatamente anterior o recuo é de 8,2%.

A produção de laminados atingiu 1,635 milhão de toneladas, recuo de 20,2% na relação anual e de 7% na mensal. A de planos ficou em 855,9 mil toneladas, retração de 27,6% ante abril de 2015 e recuo de 15,2% em relação a março. A produção de longos, por sua vez, somou 779,2 mil toneladas, recuo de 10,1%, mas um aumento de 4,1% ante março.

Nos quatro primeiros meses do ano a produção de aço bruto caiu 14%, de laminados -18,3%, de planos de -21,6%, de longos de -13,6%.

O consumo aparente nacional mês passado chegou em 1,5 milhão de toneladas de produtos siderúrgicos, 24,3% menor que o mesmo mês do ano anterior. No acumulado do ano o consumo aparente alcançou 5,8 milhões de toneladas, queda de 28% ainda na relação anual.

Vendas

As vendas de aço no mercado interno, que exclui as vendas dentro do parque siderúrgico, caíram 10,9% em abril para 1,381 milhão de toneladas. No ano as vendas somaram 5,362 milhões de toneladas, recuo de 20,3%.

As exportações feitas pelas usinas subiram 17,9% para 888 mil toneladas em abril, aponta o IABr. Em valores as exportações caíram 9,6% para US$ 343,7 milhões em abril. No ano as exportações em volumes somaram 3,828 milhões de toneladas, aumento de 17,5% na relação anual. Em valores as exportações foram de US$ 1,331 bilhão, recuo de 26,6% nesse período.

As importações de produtos siderúrgicos caíram 74,2% em abril para 112,2 mil toneladas. No ano a queda foi de 66,4% para 480,3 mil toneladas. Em valores as exportações desceram 65,8% em abril ante abril de 2015 para US$ 126,4 milhões. No ano as importações alcançaram US$ 506 milhões, queda de 63,4% na comparação com os quatro primeiros meses do ano passado.