22°
Máx
16°
Min

Produção de cerveja cai 2,36% em julho de 2016 ante julho de 2015, aponta Sicobe

A produção brasileira de cerveja caiu 2,36% em julho na comparação com o mesmo mês do ano anterior, de acordo com dados prévios do Sistema de Controle de Produção de Bebidas (Sicobe), da Receita Federal. No mês, foram produzidos 961 milhões de litros de cerveja.

A produção de cerveja voltou a apresentar queda na comparação anual depois de ter registrado alguma recuperação durante o segundo trimestre do ano. Entre abril e junho, o volume de cerveja produzido chegou a aumentar 3,3% ante igual trimestre de 2015, embora esse efeito seja em parte explicado por uma base de comparação fraca do ano anterior.

No acumulado de 2016 até julho, a produção de cerveja ainda está em queda. O setor registra retração de 2,2% ante igual período de 2015, alcançando 7,297 bilhões de litros.

A fabricação tem sido afetada pela retração da renda disponível para consumo no Brasil e pela maior sensibilidade a preços dos consumidores em um período em que os custos de fabricantes da bebida aumentam.

Diversos Estados elevaram impostos sobre cerveja este ano. Conforme a Associação Brasileira da Indústria da Cerveja (CervBrasil), a inflação da cerveja de junho, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula alta de 3,5% no caso do produto para consumo no domicílio; fora do domicílio, a alta foi de 2,8%.

Refrigerantes

A produção de refrigerantes também apresentou recuo no mês passado. Foram produzidos 1,003 bilhão de litros, uma queda de 6,17% na comparação com igual mês do ano anterior. Entre janeiro e julho, a produção total de refrigerantes foi de 7,817 bilhões de litros, um recuo de 4,43% ante o mesmo período de 2015.