26°
Máx
19°
Min

Produção de eletroeletrônicos avança 2,7% em julho, diz Abinee

A produção da indústria nacional de eletroeletrônicos teve crescimento de 2,7% na passagem de junho para julho, conforme balanço divulgado pela Abinee, associação que representa o setor, com base em dados divulgados na sexta-feira, 2, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Para o presidente da Abinee, Humberto Barbato, o resultado indica uma tendência de recuperação, ainda que tímida, da produção. "O desempenho certamente será melhor no segundo semestre do ano, embora não suficiente para que o setor termine 2016 com crescimento na produção industrial", afirma o executivo.

No acumulado dos sete primeiros meses do ano, as fábricas de eletroeletrônicos registraram desempenho negativo, com queda de 17,5% na comparação com igual período de 2015.

O resultado de julho, o quinto mês consecutivo de alta na produção do setor, foi puxado pelo crescimento de 5,8% na fabricação de produtos eletrônicos, como equipamentos de comunicação e aparelhos de áudio. Na categoria de produtos elétricos, onde estão inseridos os eletrodomésticos - cujo desempenho foi negativo -, a alta foi mais modesta, de 0,6% em relação a junho.