26°
Máx
19°
Min

Produção de petróleo da Opep sobe em junho com recuperação da Nigéria e da Líbia

A produção de petróleo em junho da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) subiu 300 mil barris por dia, perto do maior patamar em oito anos de produção diária, de 32,73 milhões de barris. O fato foi impulsionado pela recuperação da Nigéria e da Líbia, com um aumento regular da produção da commodity na Arábia Saudita e no Irã.

A Venezuela, entretanto, teve um desempenho fraco, à medida que a crise no país atinge a produção de petróleo com força. A produção da commodity em junho no país mergulhou para a mínima em 13 anos.

A maior produtora do bloco, a Arábia Saudita, aumentou sua produção e produziu cerca de 10,33 milhões de barris por dia em junho.

A produção diária de petróleo no Irã subiu para 3,63 milhões de barris, maior patamar desde junho de 2011 e muito perto dos níveis pré-sanções.

Em julho, a Opep adicionou o Gabão como novo membro do bloco e, no próximo mês, Mohammed Barkindo, da Nigéria, se tornará o novo secretário-geral do grupo.

O maior aumento na produção veio da Nigéria, que subiu 150 mil barris por dia, com uma produção diária de 1,57 milhão de barris, devido principalmente ao retorno de seu grau de exportação. Em maio, a Nigéria havia atingido o pior patamar em 30 anos.

A produção de petróleo na Líbia subiu 60 mil barris por dia, com uma produção diária de 310 mil barris em junho.

O declínio na produção de petróleo na Venezuela se acelerou ainda mais, com a produção caindo 120 mil barris por dia, para uma produção diária de 2,15 milhões de barris, menor patamar desde fevereiro de 2003.

A queda foi atribuída a uma falta de investimento, altos custos, dívidas acumuladas e diminuição da atividade de extração. Segundo analistas, o setor de petróleo venezuelano continua a lidar com o racionamento de energia, o que está exacerbando a queda na produção.

Outro país que está em observação pelo declínio é o Iraque, cuja produção caiu 20 mil barris por dia, para 4,23 milhões de barris na produção diária.

A próxima reunião da Opep ocorrerá dia 30 de novembro, em Viena, Áustria. Fonte: Dow Jones Newswires.