20°
Máx
14°
Min

Produção de petróleo do Irã supera marca de 3,8 milhões de barris por dia

A produção de petróleo iraniana continuou a aumentar e superou a marca de 3,8 milhões de barris por dia, afirmou o ministro do Petróleo do país, Bijan Zangeneh, segundo a agência de notícias Shana, do Ministério de Petróleo. Desse total, mais de 2 milhões de barris por dia têm sido negociados nos mercados estrangeiros.

O país exportou mais 200 mil barris por dia de produtos derivados do petróleo no último ano calendário iraniano, que terminou em 19 de março e começou em março de 2015, informou a agência nesta semana. Os produtos exportados incluem gasolina, combustível para aviões e nafta e representam 12,5% da produção das refinarias do Irã.

A retirada das sanções contra o programa nuclear iraniano neste ano aceleraram a produção petrolífera nacional. Teerã se aproxima de sua meta de 4 milhões de barris por dia, enquanto compete com a gigante do setor, a rival política Arábia Saudita, pelas exportações da commodity.

As exportações iranianas de gás condensado também quase dobraram desde o fim das sanções. No fim de maio, elas estavam em cerca de 450 mil barris por dia.

Apesar de recentes pedidos de alguns membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) por medidas para congelar a produção ou impor um teto a ela, o Irã tem repetido que não a congelará até que atinja os níveis anteriores às sanções internacionais.

O diretor de marketing da estatal National Iranian Oil Company, Mohsen Ghamsari, disse em entrevista em maio que o Irã retomou dois terços de sua fatia de mercado de antes das sanções na União Europeia, Ghamsari afirmou que o Irã exporta 400 mil barris por dia à UE, mas tem a meta de exportar 700 mil barris por dia ao bloco. Fonte: Dow Jones Newswires.