24°
Máx
17°
Min

Produção de petróleo no pré-sal bate recorde de um milhão de barris/dia em junho

A produção de petróleo no pré-sal atingiu, em junho, um novo marco histórico ao ultrapassar a barreira de um milhão de barris produzidos por dia. Esta é a maior marca já registrada na produção em águas profundas, na Bacia de Santos. No total, a produção de óleo e gás no País, em junho, passou de 3,210 milhões de barris - uma alta de 2,9% em comparação ao registrado no mês de maio, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

De acordo com a agência reguladora, a produção total de óleo e gás no pré-sal alcançou a marca de 1,240 milhão de barris por dia em junho. O volume representa 38% de toda a produção nacional no mês, conforme os dados da ANP. A Bacia de Santos, onde ficam localizados os principais campos do pré-sal, já representa 32% da produção total de petróleo no País - apenas sete anos após o início da produção comercial na região.

O campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, foi o maior produtor de gás e petróleo no mês de junho. Nele está situada também a principal plataforma em operação, a Cidade de Mangaratiba.

A produção total do País, de óleo e gás em todas as bacias e campos produtores, somou 3,210 milhões de barris de óleo equivalente em junho. Deste total, 94% foram produzidos pela Petrobras, como principal operadora do País em campos próprios e em parceria com outras empresas.

A produção de gás natural totalizou, em junho, 103,5 milhões de metros cúbicos por dia (m3/d), superando o recorde anterior de 100,4 milhões de m3/d obtido em dezembro de 2015, o que representa um aumento de 3,7% frente a maio de 2016 e de 8,4% na comparação com junho de 2015.