21°
Máx
17°
Min

Produtores paranaenses podem comercializar poncã com folhas e ramos

(Foto: Divulgação) - Produtores paranaenses podem comercializar poncã com folhas e ramos
(Foto: Divulgação)

A legislação paranaense permite que produtores de poncã comercializem a fruta com folhas e ramos. Isto assegura uma maior durabilidade da mercadoria, principalmente nas vendas para outras regiões do país. A medida afeta diretamente os produtores do Vale do Ribeira, que se destaca neste setor, e de outras regiões paranaenses que produzem poncã.

Segundo informações da Assembleia Legislativa, antes desta medida - em vigor desde o início do ano -, os produtores eram impedidos de comercializar a fruta para outras regiões fora do Paraná. Isto porque uma resolução do Ministério da Agricultura informava que havia risco de disseminação da doença “pinta preta” (Guignardia Citricarpa) pelas folhas da poncã, o que não teria sido comprovado cientificamente.

A medida fez com que o plantio da fruta tivesse uma queda de 70% em todo o estado. Isto afetou principalmente o Vale do Ribeira, onde agricultores optaram por outros cultivos. A expectativa é de que, com a legislação em vigor, a produção de poncã seja retomada.

O transporte das frutas nestas condições está previsto na lei estadual 18.708/2016, que termina que o produto deve possuir Certificado Fitossanitário de Origem (CFO). A nota fiscal e a Permissão de Trânsito Vegetal (PTV) e outros dados que identifiquem o local de produção também devem acompanhar a carga.

Colaboração Assembleia Legislativa