23°
Máx
12°
Min

Produzir de forma sustentável é o único caminho, diz JBS Mercosul

O presidente da JBS Mercosul, Miguel Gularte, afirmou nesta quarta-feira, 17, que a produção sustentável, seja no campo ou na indústria, não é mais uma opção. "É o único caminho", disse ele, que participa nesta data, em São Paulo, do lançamento do projeto da rede de lanchonetes McDonald's no Brasil, em parceria com a JBS, com o fornecimento de carne sustentável certificada ao restaurante.

"Temos assistido nos últimos anos que essa consciência cresce e muito rápido", afirmou o executivo sobre a busca de produtos que tenham práticas que busquem a preservação do meio ambiente. "A JBS, como parte importante desta cadeia, tomou a iniciativa há muitos anos de fazer uma pecuária sustentável", disse.

O programa piloto é lançado conta com a participação do Grupo de Trabalho da Pecuária Sustentável (GTPS), Instituto Centro da Vida (ICV) e Pecuária Sustentável da Amazônia.

A parceria firmada vai possibilitar a oferta de 250 toneladas de carne bovina sustentável certificada nos restaurantes da rede de fast food. A iniciativa é o pontapé inicial de um projeto que pretende atingir toda a proteína bovina da empresa no Brasil.

Antes do início do evento de lançamento, o diretor sênior de Comunicação e Relação com Investidores da Arcos Dourados, controladora do McDonald's na América Latina, Daniel Schleiniger, afirmou ao Broadcast Agro (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado) que o projeto faz parte de uma iniciativa global da empresa.

Apesar da quantidade inicial de 250 toneladas ser insignificante perto das 30 mil toneladas consumidas por ano pelo McDonald's no Brasil, Schleiniger ressaltou que a ideia é que 100% da carne fornecida pelas lanchonetes seja de pecuaristas certificados.