27°
Máx
13°
Min

Projeção de superávit comercial em 2016 cai para US$ 49,47 bi, diz BC

Em meio à queda acumulada do dólar em 2016, de cerca de 18%, os economistas do mercado financeiro alteraram suas projeções para a balança comercial em 2016 e 2017. A estimativa de superávit comercial este ano caiu de US$ 50,00 bilhões para US$ 49,47 bilhões, ante US$ 50,00 bilhões de um mês antes. Na estimativa mais recente do BC, o saldo positivo de 2016 ficará em US$ 49 bilhões.

Para 2017, as projeções de superávit comercial do mercado financeiro foram de US$ 46,83 bilhões para US$ 45,92 bilhões de uma semana para outra - ante US$ 49,80 bilhões de um mês antes.

Conta corrente

No caso da conta corrente, as previsões contidas no Focus para 2016 passaram de déficit de US$ 15,90 bilhões para rombo de US$ 16,70 bilhões. Há um mês, estava em US$ 15,0 bilhões. Para 2017, o mercado alterou a estimativa de rombo nas contas externas de US$ 24,23 bilhões para US$ 25,00 bilhões. Um mês atrás, o rombo projetado era de US$ 21,92 bilhões. Na semana passada, o BC informou que de janeiro a agosto deste ano o País acumulou um déficit na conta corrente de US$ 13,119 bilhões. Já a projeção da instituição para o déficit em conta em 2016 é de US$ 18,0 bilhões.

IDP

Para os analistas consultados semanalmente pelo BC, o ingresso de Investimento Direto no País (IDP) será mais do que suficiente para cobrir o resultado deficitário neste e no próximo ano. A mediana das previsões para o IDP em 2016 permaneceu, no Focus, em US$ 65,00 bilhões de uma semana para a outra - mesmo patamar de um mês antes. No acumulado deste ano até agosto, o IDP somou US$ 41,101 bilhões e a previsão do BC é de que a cifra chegue a US$ 70,00 bilhões até o fim de 2016.

Para 2017, a perspectiva de volume de entradas de investimento direto, de acordo com o Focus, permaneceu em US$ 65,00 bilhões, também o mesmo montante de um mês atrás.