22°
Máx
17°
Min

Projeção do Relatório Focus para Selic no fim de 2016 segue em 14,25% aa

(Foto: Marcos Santos/USP Imagens) - Projeção do Relatório Focus para Selic no fim de 2016 segue em 14,25% aa
(Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Após a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) que manteve a Selic inalterada em 14,25% ao ano pela quinta vez consecutiva, analistas do mercado financeiro praticamente não mexeram em suas projeções para a taxa básica de juros. Para o fim do ano que vem, o Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 7, pelo Banco Central, mostra que a Selic estará em 12,50%, a mesma taxa prevista na semana passada e também há quatro levantamentos.

Já pela quinta semana consecutiva, os economistas mantiveram as estimativas para a Selic em 2016 no boletim divulgado pelo BC. De acordo com o levantamento realizado com aproximadamente 120 instituições, a taxa básica de juros permanecerá nos atuais 14,25% ao ano até o encerramento de 2016.

A Selic média de 2016 também permaneceu em 14,25% aa, como já constava também nos cinco boletins anteriores. No caso de 2017, a Selic média saiu de 12,98% ao ano para 12,96% aa, patamar em que se encontrava quatro semanas antes.

Nas estimativas do grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções, o chamado Top 5 da pesquisa Focus (médio prazo), também não houve alterações: a previsão para a Selic no fim de 2016 manteve-se em 14,00% aa pela quarta vez seguida. Para o encerramento de 2017, esses mesmos analistas mantiveram a expectativa de taxa a 12,25% ao ano também há quatro semanas.

Índices

Os índice de preços no atacado voltaram a mostrar tendências diferentes no Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 7, pelo Banco Central. A mediana das projeções para o IGP-DI ficou estável em 7,83% de uma semana para outra. Quatro semanas atrás, estava em 7,72%. Já o IGP-M de 2016 teve queda no período, ao sair de 7,99% para 7,97% - quatro semanas antes estava em 7,29%.

Para 2017, no entanto, não houve alteração das expectativas. Para o IGP-DI, a previsão é de alta de 5,50% pela sexta vez consecutiva. A taxa é a mesma projetada para o IGP-M do mesmo período, que está neste patamar há quatro semanas seguidas.

O IPC-Fipe para 2016 avançou de 7,04% para 7,22%, segundo a pesquisa Focus de hoje. Um mês antes, a mediana das projeções do mercado para o IPC era de 7,00%. Para 2017, a inflação de São Paulo subirá, pelo boletim Focus, 5,40%, também a mesma taxa do levantamento anterior. Quatro edições atrás do documento estava em 5,30%.