22°
Máx
14°
Min

Relação entre etanol e gasolina cai em SP ao menor nível em 6 anos, diz Fipe

A relação entre os preços do etanol e os da gasolina diminuiu na terceira semana de maio para 62,10%, ante 65,21% anteriormente, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). O resultado é o menor desde a terceira semana de maio de 2010, quando ficou em 54,94%.

Conforme o coordenador do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fipe, André Chagas, o movimento reflete a forte queda do etanol. No IPC-Fipe, que mede a inflação na capital paulista, o etanol ficou 14,06% mais barato, enquanto a gasolina teve queda de 1,27% na terceira quadrissemana de maio (últimos 30 dias terminados na segunda, 23).

"Os preços do etanol no atacado já estão diminuindo o ritmo de queda. Pode ser que a relação entre os combustíveis se estabilize nas próximas semanas", estimou.

Para especialistas, o uso do etanol deixa de ser vantajoso quando o preço do derivado da cana-de-açúcar representa mais de 70% do valor da gasolina. A vantagem é calculada considerando que o poder calorífico do etanol é de 70% do poder do combustível fóssil. Com a relação entre 70% e 70,5%, é considerada indiferente a utilização de gasolina ou etanol no tanque.