20°
Máx
14°
Min

Renda do trabalhador cai ao menor nível desde janeiro de 2013, aponta IBGE

A renda média do trabalhador brasileiro caiu no segundo trimestre ao menor nível desde o trimestre encerrado em janeiro de 2013, quando era de R$ 1.969. No trimestre encerrado em junho, a renda média ficou em R$ 1.972. Um ano antes, esse rendimento era de R$ 2.058. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nesta sexta-feira, 29.

"Os trabalhadores estão ganhando menos. Isso reafirma a queda no poder aquisitivo", comentou Cimar Azeredo, coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE.

Diante de uma renda do trabalho em queda e uma população ocupada menor, a massa de renda real da população ocupada caiu ao menor patamar desde o trimestre encerrado em abril de 2013, quando era de R$ 173,274 bilhões. No segundo trimestre deste ano, a massa de renda ficou em R$ 174,647 bilhões, queda de 4,9% em relação a um ano antes.

"Demos uma marcha ré de pelo menos três anos", avaliou Azeredo. "A massa de rendimento menor vai inibir consumo, gastos. Ela vai se refletir no comércio, na indústria, e vai criar esse ciclo vicioso que a gente vê hoje no mercado de trabalho", acrescentou.