20°
Máx
14°
Min

Secretário espanhol diz que país quer investir em infraestrutura no Brasil

Após o lançamento do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o secretário de Estado de Comércio da Espanha, Jaime García-Legaz Ponce, disse com exclusividade ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, que seu país tem a intenção de aumentar investimentos em infraestrutura no Brasil. O secretário, que se reuniu antes com o secretário do PPI, Moreira Franco, acrescentou que a ideia é "difundir mais e melhor" os programas anunciados essa semana pelo governo brasileiro.

A aproximação entre os dois países para investimentos em infraestrutura começou numa reunião entre Ponce e o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviço, Marcos Pereira, em Xangai em julho. "Temos muito interesse no programa apresentado pelo governo brasileiro, principalmente em portos, aeroportos e em áreas relacionadas à transmissão e produção de energia", disse ao Broadcast.

Pouco antes de se reunir com o ministro brasileiro para tratar de comércio exterior, principalmente entre o Mercosul e a União Europeia, o secretário espanhol afirmou que a ideia é promover um encontro entre os empresários espanhóis e o governo brasileiro para mostrar os projetos de infraestrutura apresentados ontem.

O governo anunciou 34 projetos que fazem parte do PPI, entre eles, os aeroportos de Porto Alegre, Salvador, Florianópolis e Fortaleza; as ferrovias Norte-Sul, Ferrogrão e Fiol (Ferrovia de integração Oeste-Leste); a 4ª rodada de licitação de campos marginais de petróleo e gás; a 14ª rodada de licitações de blocos de petróleo e gás sob o regime de concessão e a 2ª rodada de licitação do pré-sal sob o regime de partilha e os portos de Santarém (combustíveis) e do Rio de Janeiro (trigo).