24°
Máx
17°
Min

Sentimento econômico é o mais fraco desde junho de 2015 na zona do euro

O índice de sentimento econômico da zona do euro recuou de 105,1 em janeiro para 103,8 em fevereiro, no menor patamar desde junho de 2015. O resultado veio também pior que a expectativa dos analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, de 104,4.

O índice de confiança do consumidor também piorou, de -6,3 em janeiro para -8,8 em fevereiro, em linha com a previsão dos analistas. O índice de confiança do setor industrial recuou de -3,1 em janeiro para -4,4, ante previsão de -3,7 dos economistas. No setor de serviços, a confiança teve queda de +11,5 para +10,6.

O segundo mês consecutivo de declínio na confiança sugere que a turbulência nos mercados financeiros pode significar um custo para o crescimento econômico da zona do euro. Com a confiança do consumidor também em queda, a demanda doméstica na zona do euro parece se enfraquecer. Além disso, há menor apetite em grandes economias em desenvolvimento, como a China. Fonte: Dow Jones Newswires.