27°
Máx
13°
Min

Taxa de desocupação cresce há 17 trimestres móveis consecutivos

A taxa de desocupação no Brasil cresce há 17 trimestres móveis consecutivos. O resultado de 11,2% no trimestre encerrado em abril foi o mais alto da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O nível da ocupação - a proporção de ocupados em relação à população em idade de trabalhar - caiu de 56,3% no trimestre encerrado em abril de 2015 para 54,6% no trimestre encerrado em abril deste ano, o patamar mais baixo da série histórica.