23°
Máx
12°
Min

Taxa de juros sobe com IPCA e dados de emprego nos EUA

Em uma manhã de noticiário cheio, o dólar à vista e os juros futuros abriram e seguem em alta nesta sexta-feira, 6. Os ativos reagem ao cada vez mais conturbado cenário político, ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acima do teto das projeções e à expectativa quanto ao payroll, que revela o cenário de emprego dos Estados Unidos.

Na avaliação do analista de renda fixa da Eleven Financial, Getulio Ost, o que mais prepondera nesse movimento de altas das taxas é a incerteza quanto à futura governabilidade do possível novo presidente da República Michel Temer gerada pelo afastamento de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) da Câmara dos Deputados.

"O processo de afastamento de Cunha gera dúvidas sobre o curso do processo de impeachment", comentou um profissional do mercado de câmbio. "Petróleo e Bolsas internacionais estão em queda antes do payroll, que pode mudar o rumo de todos os ativos, dependendo do seu resultado", disse.

Às 9h18, o DI para janeiro de 2017 estava a 13,700%, ante 13,68% no ajuste de quinta. O DI para janeiro de 2021 estava a 12,570%, ante 12,53% no ajuste de quinta.