20°
Máx
14°
Min

Taxas de juros se ajustam para cima com dólar mais forte e leilão de títulos

A sessão começou com ajustes no dólar e juros futuros, que apontam leve alta após perdas recentes geradas pelo otimismo com o andamento do ajuste fiscal e aposta de queda da Selic em outubro. Nos juros, o leilão de Letras do Tesouro Nacional (LTN) e Letras Financeiras do Tesouro (LFT), às 11 horas, ajuda na pressão de alta das taxas.

Às 9h36, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,18%, de 12,16% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2021 exibia 11,55%, de 11,53% no ajuste da véspera.

O mercado irá monitorar o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que participa de cerimônia de premiação do ranking Empresas Mais Estadão (11 horas), além de processar o resultado da arrecadação de agosto (10 horas) e do resultado primário do governo central de agosto (14h30).