27°
Máx
13°
Min

Taxas de juros seguem o dólar e abrem em alta

Os juros futuros mais longos renovaram as máximas na manhã desta sexta-feira, dia 27, em sintonia com o movimento do dólar, com investidores na expectativa com o discurso da presidente do Federal Reserve (Fed o banco Central dos EUA), Janet Yellen, que realiza discurso às 14h15 (horário de Brasília).

De acordo com um operador, há também pressão de alta em meio ao desconforto do mercado com mais gravações comprometedoras envolvendo o PMDB, partido do presidente em exercício, Michel Temer, e o PSDB.

Às 10h30, o DI para janeiro de 2018 exibia 12,96%, ante 12,93% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2021 estava em 12,84%, perto da máxima de 12,85%, de 12,74% no ajuste anterior.