23°
Máx
12°
Min

Taxas futuras de juros abrem em queda com dólar e foco na política

Os investidores retornam da Páscoa ajustando posições, nesta segunda-feira, 28, com foco na política interna, antes da reunião do Diretório Nacional do PMDB, que poderá decidir na terça-feira, 29, pela saída do partido da base aliada. Na renda fixa, as taxas futuras acompanham o movimento do dólar e abriram em queda no período da manhã desta segunda.

Às 9h35, o DI para janeiro de 2017 estava em 13,725%, de 13,830% no ajuste de sexta-feira, enquanto o DI para janeiro de 2021 exibia taxa de 13,77%, de 14,07% no ajuste anterior.

Conforme mostrou o relatório Focus, mais cedo, as projeções para o IPCA deste ano engataram tendência de queda e recuaram pela terceira semana consecutiva. Para 2016, a mediana passou de 7,43% para 7,31% nesta semana. Já para 2017, o mercado manteve as estimativas em 6,00% pela sétima semana consecutiva.

Apesar do alívio, a mediana das previsões para este ano segue acima do teto de 6,50% estipulado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). A previsão para 2017 também, já que o limite superior do intervalo da meta para o próximo ano é de 6,00%.