23°
Máx
12°
Min

Taxas futuras de juros acompanham recuo do dólar

Os juros futuros recuam na manhã desta segunda-feira, 15, em sintonia com o dólar, que cai ante o real, em meio ao bom humor do mercado externo. No radar está a reunião do diretor de Política Econômica do Banco Central, Altamir Lopes, com analistas do mercado financeiro do Rio, a partir das 11 horas. Também nesta segunda, tem a reunião de coordenação política conduzida pela presidente Dilma Rousseff, cujo horário foi alterado para às 14h30.

Pela manhã, o DI para janeiro de 2017 exibia taxa de 14,415%, de 14,420% no ajuste anterior. Já o DI para janeiro de 2021 estava em 15,99%, ante 16,06% no ajuste de sexta-feira.

O mercado também absorve as novas projeções dos analistas financeiros em relação ao câmbio, divulgadas no relatório Focus do Banco Central. A estimativa para a moeda norte-americana ao fim do ano subiu de R$ 4,35 para R$ 4,38.

O levantamento também aponta que a taxa Selic média em 2016 permanece em 14,25%, enquanto a Selic para 2017 subiu de 12,96% para 13,00%. A previsão para o IPCA de 2016 é menos favorável, com a projeção sendo elevada de 7,56% para 7,61%. A estimativa para o PIB em 2016, por sua vez, passou de -3,21% para -3,33%.