22°
Máx
14°
Min

Taxas futuras de juros caem em linha com dólar antes de votações no Congresso

Os juros futuros recuam na manhã desta terça-feira, 9, alinhados com o dólar, com investidores atentos à votação da pronúncia do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado. Os dados de varejo não chegaram a mexer com os negócios, segundo um operador de renda fixa.

No radar também está a votação, no plenário da Câmara, do projeto de lei que trata da renegociação da dívida dos Estados com base no novo texto negociado entre governo e Congresso.

Às 9h35, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,72%, de 12,74% no ajuste da véspera. O vencimento para janeiro de 2021 exibia 11,93%, de 11,95%.

As vendas do comércio varejista subiram 0,10% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, dentro do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda de 0,90% a crescimento de 0,80%, com mediana negativa de 0,30%. Na comparação com junho de 2015, sem ajuste sazonal, as vendas do varejo tiveram baixa de 5,3% em junho de 2016. Nesse confronto, as projeções eram de declínio, de 4,90% a 7,10%, com mediana negativa de 6,05%.