22°
Máx
16°
Min

Taxas futuras de juros recuam com dólar, após BC inglês cortar juro

Os juros começaram a sessão desta quinta-feira, 4, em baixa, em linha com o dólar, reagindo ao afrouxamento monetário promovido pelo Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês). Às 9h29, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,81%, de 12,83%. O DI para janeiro de 2021 exibia 12,03%, de 12,08% no ajuste anterior.

As taxas ecoam ainda declarações dadas na quarta-feira pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, garantindo que o governo de que não cedeu na negociação do projeto que trata das dívidas dos Estados com a União e segue comprometido com o ajuste fiscal. "O Meirelles afirmou que teremos ajuste e que vai passar a PEC (do teto de gastos). Ele merece o benefício da dúvida", afirmou hoje um operador de renda fixa.

O BoE cortou sua taxa básica de juros em 0,25 ponto porcentual, à mínima histórica de 0,25%, ampliou seu programa de compra de bônus do governo, de 375 bilhões de libras para 435 bilhões de libras, e lançou um programa de compra de dívida corporativa.