22°
Máx
16°
Min

Taxas futuras recuam com confirmação de Ilan para presidência do BC

(Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil) - Taxas futuras recuam com confirmação de Ilan para presidência do BC
(Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil)

A reação do mercado de juros à confirmação de Ilan Goldfajn para a presidência do Banco Central foi positiva, com as taxas exibindo recuo desde a abertura. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Goldfajn irá coordenar as políticas monetária e cambial.

Meirelles reforçou que o presidente do BC deixará de ser ministro, mas que terá foro especial, que será estendido por meio de PEC. "O BC terá autonomia de decisão, ressaltou. Enquanto Goldfajn não for confirmado pelo Senado, Alexandre Tombini permanece como presidente da instituição.

Às 9h30, o DI para janeiro de 2018 estava em 12,64%, de 12,67% no ajuste de segunda-feira. O DI para janeiro de 2021 estava em 12,23%, de 12,27% no ajuste anterior.

Sobre medidas a serem adotadas, Meirelles disse que o governo ainda não tem uma decisão sobre a volta da CPMF e que "dito que o nível de tributação é alto, "a prioridade é equilíbrio das contas públicas".