21°
Máx
17°
Min

Taxas longas de juros recuam com dólar; intermediárias rondam estabilidade

Os juros futuros longos seguem o dólar e operam em baixa na manhã desta terça-feira, 16, em meio ao avanço moderado do petróleo. A moeda acentuou pontualmente a queda após a divulgação da inflação ao consumidor (CPI) dos Estados Unidos. O índice ficou estável em julho ante junho, como era esperado. O núcleo do CPI avançou 0,1% no mesmo período, de previsão de 0,2%.

Já as permissões para novas obras caíram 0,1% para 1,152 milhões, em julho ante junho, abaixo da previsão de 1,16 milhão. As construções de moradias iniciadas subiram 2,1% para 1,211 milhão em julho ante junho, acima da previsão de 1,180 milhões.

Às 9h34, o DI para janeiro de 2018 exibia 12,66%, de 12,65% no ajuste anterior. O vencimento para janeiro de 2021 estava em 11,82%, de 11,86% no ajuste de segunda-feira.