27°
Máx
13°
Min

Telefônica/Vivo diz que não olha ativos da Oi e que acredita em recuperação

O presidente da Telefônica Vivo, Amos Genish, disse nesta segunda-feira, 8, que a companhia não está avaliando a compra de ativos da concorrente Oi, que se encontra hoje em dificuldades financeiras. O executivo disse acreditar que a Oi tem condições de se recuperar e o governo deve ajudar nesse processo.

O Brasil tem espaço para três ou quatro grandes operadoras de telecomunicações, por causa do seu tamanho populacional, e o setor precisa de concorrência de qualidade, afirmou o executivo. "A expectativa é que os órgão reguladores, o governo e os acionistas da empresa trabalhem juntos para ajudar a Oi ser uma empresa mais competitiva, com balanço mais forte", afirmou.