27°
Máx
13°
Min

Terceiro fundo imobiliário suspende operações no Reino Unido após Brexit

A gestora de ativos M&G Investments, braço da seguradora Prudential, suspendeu as negociações de seu fundo imobiliário no Reino Unido nesta terça-feira. O fundo, que gere cerca de 4,4 bilhões de libras, é o terceiro grande fundo imobiliário a suspender as negociações, na esteira do Standard Life Investments, que suspendeu ontem à noite, e o Aviva, que anunciou a paralisação nesta manhã.

"O resgate dos investidores nos fundos aumentou acentuadamente por causa dos altos níveis de incerteza no mercado imobiliário comercial do Reino Unido desde o resultado do plebiscito que resultou na saída da União Europeia (UE)", disse o M&G em um comunicado.

"Os resgates alcançaram um ponto no qual a M&G acredita ser o ponto ideal para proteger melhor os interesses dos acionistas, buscando uma suspensão temporária da negociação", apontou o comunicado da empresa.

Segundo o fundo, os investimentos realizados após o meio-dia do dia 4 de julho não serão processados até a retirada da suspensão, que será revista a cada 28 dias, disse a empresa. O fundo investe em 178 propriedades comerciais no Reino Unido, nos setores de varejo, escritório e industrial.

Analistas e consultores apontam que ainda é muito cedo para dizer o impacto total do Brexit no setor imobiliário, mas a opção de deixar a UE tem aumentado a incerteza entre os compradores e vendedores.

O Relatório de Estabilidade Financeira que o Banco da Inglaterra emitiu nesta terça-feira disse que os fluxos de investidores estrangeiros no setor imobiliário comercial caíram quase 50% no primeiro trimestre do ano.

Analistas da consultoria Numis Securities disseram que a decisão da Standard Life de suspender as negociações de seu fundo imobiliário "está assustando o mercado". "Sem querer ser alarmista ou sensacionalista, a decisão da Standard Life de suspender os resgates gera preocupação para nós". "Há um claro temor de que os preços vão ser amanhã preços substancialmente mais baixos do que hoje", acrescentaram.

As saídas líquidas totais de fundos imobiliários no Reino Unido subiram para 360 milhões de libras em maio, de acordo com dados da Associação de Investimento. Fonte: Dow Jones Newswires.