27°
Máx
13°
Min

Tishman Speyer investe R$ 100 milhões em área nobre de São Paulo

Em meio a crise no setor imobiliário, a americana Tishman Speyer concluiu ontem a aquisição de um conjunto de terrenos por R$ 100 milhões em São Paulo. A ideia é desenvolver um projeto de uso misto - comercial e residencial - no terreno, que ocupa uma área de 4 mil metros quadrados em uma região nobre de São Paulo: a Avenida Rebouças, entre as ruas Chabad e Oscar Freire, nos Jardins.

Além de um condomínio residencial e de conjuntos para escritórios, haverá lojas no andar térreo. A nova estação de metrô Oscar Freire, com inauguração prevista para 2018, fica no mesmo quarteirão do empreendimento da Tishman.

"Estamos aproveitando as atuais oportunidades de investimento, prevendo que outras seguirão à medida que a economia do Brasil se recupere", disse o presidente e CEO da Tishman Speyer, Rob Speyer em nota divulgada pelo grupo.

Fundada em 1978, a Tishman Speyer detém um portfólio de aproximadamente 14 milhões de metros quadrados, com valor total aproximado de US$ 78,2 bilhões. Entre os imóveis estão o Rockefeller Center e o Chrysler Center, em Nova York, The Springs, em Xangai, e o OpernTurm, em Frankfurt.

No Brasil, a empresa tem empreendimentos em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. No Rio a empresa é um dos principais investidores na revitalização da zona portuária, onde construiu o Port Corporate e está construindo um prédio comercial no Pátio da Marítima. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.