23°
Máx
12°
Min

UE determina que Espanha retome auxílio dado à operadora ferroviária ADIF

A União Europeia determinou que a Espanha retome mais de 100 milhões de euros que o país concedeu à operadora ferroviária ADIF para auxiliar na construção de um centro de testes de trens de alta velocidade. De acordo com a UE, com isso a Espanha desobedeceu às regras de auxílio estatal do bloco europeu.

A Espanha notificou em 2013 a Comissão Europeia, a autoridade antitruste do bloco, sobre seus planos de financiar os custos totais de investimento de cerca de 360 milhões de euros (US$ 395 milhões) para construir o centro de testes na Andaluzia, disse a UE. Mas o país já havia pagado 140,7 milhões de euros à ADIF em 2011, antes de a comissão decidir sobre o tema, segundo o bloco.

O regulador também notou que não há interesse do mercado em desenvolver trens de alta velocidade na área, ao apontar para o fato de que nenhum investidor privado mostrou interesse em participar do negócio. Isso indica que o projeto não foi determinado com o interesse público em mente, para a UE.

A Comissão Europeia afirmou que a Espanha violou as regras do bloco porque o apoio estatal não promoveu o desenvolvimento sustentável na região e ainda criaria distorções no mercado. Fonte: Dow Jones Newswires.