22°
Máx
16°
Min

Vale busca US$ 15 bi com venda de ativos

A mineradora Vale espera que seu programa de desinvestimentos seja capaz de angariar até US$ 15 bilhões até o fim do próximo ano, informou a empresa em apresentação ao mercado. Em 2016, a companhia projeta arrecadar entre US$ 4 bilhões e US$ 5 bilhões com ativos fora de seu negócio principal. Em 2017, com a potencial venda de ativos chave, quer espera obter mais US$ 10 bilhões.

Conforme a apresentação, a Vale estima para este ano a conclusão da joint venture de seu negócio de carvão e uma segunda transação de ações preferenciais, além da venda de sete navios e de ativos de energia. Já os potenciais negócios com ativos de mineração serão feitos por meio da avaliação do sentido de alguns ativos no longo prazo.

Em fevereiro, o presidente da mineradora, Murilo Ferreira, disse que a companhia visa a alcançar uma dívida líquida de US$ 15 bilhões. "Não queremos conviver com esse nível de alavancagem", disse, na ocasião.

No fim do primeiro trimestre, a dívida líquida total da Vale somou US$ 27,66 bilhões, aumento de 11,5% em relação ao visto no mesmo período do ano passado. Em relação ao observado no fim de 2015, a dívida cresceu 9,6%. A alavancagem, medida pela relação da dívida bruta pelo Ebitda ajustado, ficou em 4,2 vezes em 31 de março. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.