22°
Máx
16°
Min

Vale Fertilizantes nega ter sido citada em ação judicial movida pela Petros

A Vale esclareceu na noite desta terça-feira, 23, que a Vale Fertilizantes não foi citada, até o momento, em ação movida pela Petros para discutir o equacionamento do déficit do Plano Petros Ultrafértil, conforme comunicado, enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O documento refere-se à notícia veiculada pelo jornal O Estado de S. Paulo na sexta-feira passada, dia 19, de que a Petros estaria cobrando R$ 843 milhões da Vale Fertilizantes após a mineradora ter solicitado a retirada do patrocínio do fundo.

Conforme a reportagem, a juíza Flavia Poyares Miranda, da 30ª Vara Cível da Justiça de São Paulo, teria determinado que a companhia permaneça no fundo até a decisão final sobre os pedidos de ressarcimento. A mineradora, contudo, informa não ter sido intimada sobre tal decisão.

"Assim sendo, entendemos que não há qualquer fato que enseje em divulgação ao mercado nos termos da legislação societária em vigor", comunicou a companhia.