27°
Máx
13°
Min

Venda de carros importados cai 44% em fevereiro, diz Abeifa

A venda de carros importados no Brasil registrou nova queda em fevereiro deste ano. Foram emplacadas 2.871 unidades no mês, recuo de 44% em relação a fevereiro de 2015 e retração de 21,8% sobre o resultado de janeiro deste ano, segundo dados divulgados pela Associação Brasileira de Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa).

"Seguimos a mesma tendência de queda do setor automotivo como um todo. O mercado total no primeiro bimestre de 2016, que inclui as vendas das associadas da Abeifa e das demais marcas que atuam no mercado brasileiro, registrou vendas de 291.767 unidades, uma queda de 31% no comparativo com o mesmo período do ano passado", informa Marcel Visconde, presidente da entidade.

A retração de fevereiro segue os números de janeiro, quando o mercado de veículos importados havia apresentado baixa de 45,3% ante um ano antes e de 25,3% na comparação com dezembro de 2015. O segmento, que não tem conseguido escapar da crise econômica que afeta fortemente a venda de veículos produzidos no País, já havia registrado queda de 36% em 2015 ante 2014.

As associadas da Abeifa que já produzem no Brasil (BMW, Chery e Suzuki) também tiveram recuo nas vendas. Somando as três marcas, foram vendidas 521 unidades em fevereiro, queda de 18,1% em relação a igual mês do ano passado e baixa de 17,8% em comparação com janeiro.

Presidência

A Abeifa também informou que, a partir de abril, haverá mudanças no comando da entidade. O atual presidente afirmou que não vai concorrer à reeleição, abrindo espaço para a volta de José Luiz Gandini, presidente da Kia Motors no Brasil. Gandini, que já foi presidente da Abeifa em quatro mandatos, é o candidato de uma chapa formada por consenso entre os executivos das empresas associadas.