22°
Máx
17°
Min

Vendas do comércio caem 5,3% em São Paulo na primeira quinzena de setembro

Na contramão de alguns indicadores de atividade e confiança do consumidor, os dados de vendas do varejo continuam reportando queda do setor. As vendas do comércio varejista da cidade de São Paulo, por exemplo, fecharam 5,3% menores na primeira quinzena de setembro comparativamente aos primeiros 15 dias de agosto. Os dados são do Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), elaborado com base em amostra fornecida pela Boa Vista Serviços.

Em separado, as comercializações a prazo e à vista recuaram 3,2% e 7,4%, respectivamente. "As retrações desta quinzena foram menores do que as de 2015, quando as vendas a prazo caíram 14,2% e as vendas à vista, 7,7%", afirmam os economistas da ACSP. Segundo eles, as quedas foram inferiores às do período acumulado de janeiro a agosto, com as vendas a prazo caindo 6,6% e às vendas à vista recuando 13,8%.

"Esse balanço tem pontos negativos e positivos. As vendas continuam diminuindo, mas, pelo menos, em ritmo menos intenso, o que é alentador e indica que a economia pode estar voltando à rota de crescimento", analisa o presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), Alencar Burti.

As retrações menores podem ser explicadas, entre outros motivos, pela antecipação da primeira parcela do 13º salário aos aposentados e pensionistas e pela base fraca de comparação, já que em setembro passado as quedas já foram grandes. Por fim, a desvalorização do dólar pode ter contribuído, já que pode ter beneficiado as vendas de importados, sobretudo itens de vestuário e eletroeletrônicos.