21°
Máx
17°
Min

Vendas pendentes de casas caem 2,5% em janeiro ante dezembro nos EUA

O número de vendas pendentes de imóveis residenciais recuou 2,5% em janeiro nos Estados Unidos, na comparação com o mês anterior. A rápida alta nos preços e a redução nos estoques levaram a uma demanda mais modesta por parte dos compradores.

O índice, elaborado pela Associação Nacional dos Corretores (NAR, na sigla em inglês), recuou 2,5% no mês, para 106,0 em janeiro. Uma leitura de 100 é equivalente ao nível médio de atividade durante o mês de 2001, considerado "normal" pela NAR, ou de um mercado equilibrado para a atual população do país.

Economistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam crescimento de 0,5% nas vendas de janeiro. A leitura de dezembro foi revisada em alta, de 106,8 inicialmente informado para 108,7. Na comparação anual, houve crescimento de 1,4% nas vendas pendentes de imóveis em janeiro deste ano.

As vendas pendentes de imóveis oferecem uma visão sobre a direção do mercado imobiliário dos EUA, porque medem as compras no momento em que o contrato é assinado. Os contratos em geral levam algumas semanas para serem finalizados, e podem ainda ser cancelados.

O economista-chefe da NAR, Lawrence Yun, apontou que a alta nos preços das casas e a redução nos estoques parecem ser um obstáculo para aqueles que desejam comprar casas no país. Fonte: Dow Jones Newswires.