22°
Máx
16°
Min

WSJ: Arábia Saudita negocia empréstimo de US$ 10 bi com bancos internacionais

A Arábia Saudita negocia um empréstimo de US$ 10 bilhões com bancos internacionais, em meio a tentativas de cobrir um déficit orçamentário causado pela queda dos preços do petróleo, de acordo com cinco bancos próximos da transação ouvidos pelo The Wall Street Journal.

Inicialmente, o empréstimo ficaria entre US$ 6 bilhões e US$ 8 bilhões, mas a Arábia Saudita elevou o intervalo após perceber aumento de interesse de bancos globais. Os termos do crédito já foram definidos e agora falta somente a entrega da documentação, segundo as fontes.

Entre os participantes do empréstimo está bancos dos Estados Unidos, como o JPMorgan, Morgan Stanley e Goldman Sachs, além de outros asiáticos, como o Bank of Tokyo-Mitsubishi UFJ, Industrial & Commercial Bank of China e o Mizuho Bank.

Procurado pela reportagem do The Wall Street Journal, o ministro das finanças da Arábia Saudita não respondeu.

Este empréstimo marcará o retorno do país ao mercado global de crédito após 25 anos e ocorre no mesmo momento em que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, faz uma visita ao reino e a mais cinco exportadores de petróleo.

A Arábia Saudita teve recentemente seu rating rebaixado pela Fitch e Standard & Poor's e não é o único país da região em busca de recursos financeiros. Catar e Omã também já pegaram crédito nos últimos meses. Segundo estimativas da Standard & Poor's, países do Oriente Médio e do norte da África devem emprestar um total de US$ 134 bilhões em 2016, aproximadamente o dobro do demandado em 2014, quando os preços do petróleo atingiram US$ 100 o barril. Fonte: Dow Jones Newswires.