20°
Máx
14°
Min

A Árvore de Mãos dos Direitos Humanos

Foto: Divulgação - A Árvore de Mãos dos Direitos Humanos
Foto: Divulgação

Uma das ações mobilizadoras para a defesa dos direitos humanos, pensadas pela Equipe Multidisciplinar 2016 do Núcleo Regional de Educação de Cascavel, foi a construção da “Árvore de Mãos”.

A atitude que pode parecer simples toma proporção significativa quando aberta a contribuições de diferentes profissionais e exposta a olhares distintos. São reações que fogem ao controle e expõem formas de pensar, antes implícitas, sobre a cultura de outros povos.

Para promover o respeito à história e à cultura afro-brasileira, quilombola e indígena, como forma de reconhecimento e valorização da formação multiétnica e pluricultural da população brasileira, a cada participante da Equipe Multidisciplinar da Regional de Ensino foi solicitado que desenhasse sua mão e escrevesse uma frase que expressasse seu posicionamento/atitude/opinião em relação à defesa e ao respeito pelos Direitos Humanos.

As mãos produzidas foram expostas em uma Sala de Reuniões do NRE, utilizada por profissionais de setores distintos dos dezoito municípios jurisdicionados, durante o mês de junho, para a socialização das ideias manifestadas.

De acordo com o coordenador da Equipe Multidisciplinar, Luiz Carlos Kanigoski, as reações externadas foram as melhores possíveis, pois permitiram ampliar o debate e repensar atividades pedagógicas escrituradas no Plano Multidisciplinar, pautadas na promoção da igualdade de direitos.

Assim como na “Árvore de Mãos” se somam proposições de reconhecimento e valorização, espera-se chamar a atenção para a necessidade de mobilizações que rejeitem as formas de preconceito ou exclusão persistentes no contexto atual.

Colaboração: Assessoria de imprensa