24°
Máx
17°
Min

Ações culturais marcam Dia do Índio em escolas indígenas do Paraná

(Foto: Divulgação) - Ações culturais marcam Dia do Índio em escolas indígenas do Paraná
(Foto: Divulgação)

As 37 escolas estaduais indígenas do Paraná realizam nesta semana muitas atividades culturais, artísticas, artesanais e culinárias para comemorar o Dia do Índio. As ações envolvem alunos, professores, pais e a comunidade. 

Na comunidade Aty Miri, em Itaipulândia, no Oeste do Estado, a tribo Guarani da Escola Estadual Indígena Arandu Renda realiza até esta quarta-feira (20), a Primeira Semana Cultural Indígena do Tekoha Aty Miri da Etnia Avá Guarani. O evento, que começou na segunda-feira (18), reúne estudantes, professores, pais e representantes da comunidade escolar. “Queremos que a nossa escola e nossa aldeia sejam referência em educação e cultura, por isso criamos esse momento para divulgar parte da nossa história e costumes com a comunidade não indígena”, explicou o cacique Natalino de Almeida Peres. 

A agenda da escola está recheada de apresentações que contam a história e cultura da tribo. Ao longo dos três dias serão realizadas palestras, apresentações musicais e danças típicas, exposição de artesanato e alimentos cultivados que são típicos da culinária guarani, além de atividades práticas para que os convidados conheçam um pouco do cotidiano da escola e da aldeia. 

No Colégio Estadual Indígena Teko Nemoingo, localizado na aldeia Terra Indígena Tekoha Ocoy, São Miguel do Iguaçu, também no Oeste, as comemorações oficiais terminaram na última sexta-feira (15), com o encerramento da 15° Semana Cultural Indígena do Ocoy. O evento, que durou três dias, também contou com a presença de pais, alunos, professores e representantes da comunidade escolar. 

O cacique Daniel Maracalopes disse que o objetivo foi promover o fortalecimento e a valorização das tradições do povo guarani. “É importante que a comunidade não indígena conheça nossa cultura. Assim passamos nossos conhecimentos a todos que tenham o interesse em saber um pouco mais sobre a cultura indígena do Paraná”, explicou Maracalopes. 

Na aldeia Ocoy, onde a escola está localizada, foram realizadas apresentações culturais com danças típicas, exposição de artesanato e palestras sobre conhecimentos nativos de plantas e ervas medicinais. As demais escolas e aldeias também devem realizar ações ao longo da semana. 

Jogos

Na Terra Indígena de Rio das Cobras (região de Laranjeiras do Sul), desde segunda-feira e até esta quarta-feira, diversas atividades envolvem estudantes, professores e comunidade. As escolas da região se uniram para organizar jogos indígenas como corrida da tora, arco e flecha, dardo e jogos de futebol entre as equipes de todas as escolas. 

No Paraná vivem 26.559 índios das etnias guarani, caingangue e xetá, segundo último levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Colaboração AENPr.