24°
Máx
17°
Min

Ciclo jurídico debate crise política e repercussão institucional no País

(foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil) - Ciclo jurídico debate crise política e repercussão institucional
(foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil)

A crise política que teve origem nas investigações de corrupção e a repercussão institucional na vida do Brasil serão analisadas por juízes, advogados, delegado, cientista político, jornalista e outros profissionais, durante o XVI Ciclo de Estudos Jurídicos da UniFil, de amanhã até quinta-feira (30 de agosto a 1º de setembro). A intenção é avaliar o atual momento do País com diferentes enfoques, reunindo pessoas que atuam direta ou indiretamente nos fatos políticos e jurídicos.

“Vamos debater temas presentes no dia a dia dos brasileiros, assuntos que aparecem na imprensa com frequência por causa dos acontecimentos envolvendo a classe política e o desenrolar das investigações da operação Lava-Jato”, comenta o professor João Ricardo Anastácio, coordenador do evento. Estão programadas palestras que relacionam o direito em todos os aspectos: delação premiada, estado democrático e resistência, repercussão da crise nas relações internacionais, ética, advocacia criminal e defesa, mudanças e perspectivas na política brasileira, Judiciário e instituições.

A conferência de abertura na terça, às 19 horas, no Teatro Colégio Londrinense, será sobre “Aplicação da carta democrática inter-americana aos estados americanos”, com o professor Valério de Oliveira Mazzuoli, pós-doutor em Ciências Jurídico-Políticas. Na quarta-feira, às 8 horas, no mesmo local, o jornalista Gelson Negrão, chefe de jornalismo da Rede Massa em Londrina, fala sobre “Mudanças e perspectivas na política brasileira pós-crise”.

Também são palestrantes no evento o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, Antônio César Bochenek, o Procurador Regional da República em São Paulo, Walter Claudius Rothenburg, o procurador do Estado do Paraná, Jacinto Nelson Miranda Coutinho, e outros profissionais de destaque.

O XVI Ciclo de Estudos Jurídicos já conta com mais de 470 inscritos, todos alunos de Direito da UniFil. “Os estudantes terão a oportunidade de perguntar e interagir com personagens do cenário político e jurídico do Brasil. Poderão saber melhor sobre os meandros do que acontece no País, ampliando conhecimento para a futura atuação como operadores do Direito”, afirma o coordenador do evento. A programação completa pode ser acessada no www.web.unifil.br/eventos/juridica.

(com assessoria de imprensa)