23°
Máx
12°
Min

Colégio Estadual do Paraná comemora 170 anos

CEP foi tombado em 1944 pelo Patrimônio Público do Estado (Foto: Hedeson Alves/AEN) - Colégio Estadual do Paraná comemora 170 anos
CEP foi tombado em 1944 pelo Patrimônio Público do Estado (Foto: Hedeson Alves/AEN)

As comemorações de 170 anos do Colégio Estadual do Paraná (CEP) iniciaram nesta segunda-feira (14), em Curitiba. Para celebrar o aniversário de uma das mais antigas instituições de ensino do Estado, estão previstas ao longo deste ano diversas atividades culturais, artísticas, sociais e esportivas. 

A celebração é merecida, já que o Colégio Estadual do Paraná tem importância histórica para a sociedade paranaense. “O colégio vivencia toda a história da educação do Paraná. É um colégio que vem contribuindo para a formação integral de milhares de paranaenses, sempre com a oferta de um trabalho coerente, que reflete em um ensino de qualidade”, destacou a superintendente da Educação, Fabiana Campos. 

Com o passar dos anos, o Colégio Estadual mantém o seu principal objetivo. 

“O colégio sempre foi pioneiro em ações que serviram de exemplo a outras escolas da rede, sempre contribuindo para que as gerações tenham uma formação que dê possibilidade de contribuir com a sociedade", comentou a diretora Tânia Acco. 

Ayrton Celestino tem uma longa história com o colégio. Ele foi estudante em 1957. Sua passagem pela escola garantiu ingresso na universidade, na área de humanas. Retornou então ao Estadual como professor suplementarista (temporário) de Português. Após passar em concurso, também foi diretor do colégio, de 1987 a 1990. “Sempre tivemos o Colégio Estadual do Paraná como uma referência pedagógica. Uma instituição que serve de exemplo em termos de educação à sociedade paranaense”, disse. 

Além dos muros

Segundo a estudante Rauane Dorce, 16 anos, do 3º ano do ensino médio, a importância do colégio vai além dos seus muros. “É muito gratificante estudar aqui. É um divisor de águas, depois que passamos pelo colégio, mudamos nossa visão do mundo”, explicou a jovem, que também é presidente do grêmio estudantil. 

São cerca de 3,6 mil estudantes no ensino fundamental, médio e nos cursos profissionalizantes integrado e subsequente. Além da oferta de línguas estrangeiras, há atividades de extensão em dança, teatro e esportes, além do Observatório Astronômico e Planetário. São cerca de 450 professores e quase 130 funcionários. 

História

Em 1846 foi criado o Liceo de Coritiba. O que viria a ser o futuro Colégio Estadual do Paraná foi então instalado em um espaço alugado no Largo da Matriz, atual Praça Tiradentes. Em 1854 foi inaugurada a primeira sede, na Rua da Assembleia, hoje Rua Dr. Muricy, entre as atuais ruas Saldanha Marinho e Cruz Machado. 

Em 1872, o governo adquire, para abrigar a nova sede, a casa do comendador Manoel Antonio Guimarães (Visconde de Nacar), um imóvel situado na Rua Aquidaban, atual Emiliano Perneta. Em 1876, o liceu passa a se denominar Instituto Paranaense, anexo ao qual é instalada a Escola Normal, atual Instituto de Educação do Paraná Professor Erasmo Pilotto. 

Com a Reforma do Ensino em 1892, o Instituto Paranaense passa a chamar-se Gymnásio Paranaense. Em 1904, a terceira sede própria é inaugurada na Rua Borges de Macedo (atual rua Ébano Pereira), onde hoje está instalada a Secretaria de Estado da Cultura. 

Em 1942, o Gymnásio Paranaense passa a ser o Colégio Paranaense – Externato e, no ano seguinte, muda de nome para Colégio Estadual do Paraná. É lançada a pedra fundamental do novo prédio, na Praça Santos de Andrade, onde se encontra o Teatro Guaíra. A área foi considerada insuficiente para a construção e, em 1944, foi desapropriada a Chácara da Glória, ou de “Nhá Laura”, na Avenida João Gualberto, iniciando-se a construção da atual sede. 

Curiosidades

  • A primeira Biblioteca Pública da Província – atual Biblioteca Pública do Estado do Paraná –, criada em 1857, foi instalada no Liceu. 
  • Em 1880, o Instituto Paranaense foi visitado pelo Imperador D. Pedro II. 
  • Em 29 de março de 1950, foi inaugurada a sede atual pelo então presidente da República, Eurico Gaspar Dutra. 
  • O Hino Oficial do Colégio foi entoado pela 1ª vez nas comemorações do Cinquentenário da Proclamação da República, em 1938 , quando também houve a apresentação da bandeira do colégio. Em 1966 foi adotado o uso do atual distintivo do colégio. 
  • Em 1958 são criados o Coral e a Escolinha de Artes do Colégio Estadual do Paraná. No ano seguinte, surge a Banda Musical Bento Mossurunga. O Observatório Astronômico foi implantado em 1968. Dois anos depois, o Planetário. Criado oficialmente em 1979 , o Museu “Guido Straube” foi inaugurado em 1985 . 
  • O colégio foi tombado em 1944 pelo Patrimônio Público Histórico do Estado.

Informações Agência Nacional de Notícias