26°
Máx
19°
Min

Com escolas ocupadas, UEL transfere vestibular de 7,5 mil candidatos

(foto: UEL/Divulgação) - Com escolas ocupadas, UEL transfere vestibular de 7,5 mil candidatos
(foto: UEL/Divulgação)

A ocupação de escolas estaduais obrigou a Universidade Estadual de Londrina (UEL) a transferir o local de prova de 7,5 mil candidatos na primeira fase do vestibular da instituição, marcada para o próximo domingo (23).

A Coordenadoria de Processos Seletivos (Cops) se antecipou ao problema e atualizou os locais antes do envio dos cartões dos candidatos, evitando qualquer tipo de confusão.

Do total de candidatos remanejados, mil farão provas no campus da UEL e da Unopar. O restante será acomodado em três novos locais de prova: PUC, UTFPR e Colégio Mãe de Deus.

O processo seletivo será conduzido por 1,9 mil pessoas, entre servidores e alunos da UEL. São 22.943 candidatos inscritos, incluindo treineiros, que neste domingo fazem a prova de conhecimentos gerais. A segunda fase está marcada para os dias 4, 5 e 6 de dezembro.

São ofertadas 2.480 vagas, em 53 cursos de graduação, sendo que outras 600 serão ofertadas por meio do Sistema de Seleção Unificada (SISU). O resultado final do Vestibular sai em 24 de janeiro.

Paralisação

A UEL está com atividades paralisadas até quarta-feira (19) em protesto pelo envio de projeto à Assembleia por parte do governador Beto Richa recuando em relação ao reajuste prometido para janeiro de 2017.

Na quinta de manhã, uma nova assembleia geral vai definir um calendário de mobilizações que pode resultar até em greve por tempo indeterminado.

(colaborou Juliana Takaoka/Rede Massa)