21°
Máx
17°
Min

Depois de dois meses, UEL FM volta ao ar nesta quinta feira

(foto: divulgação) - Depois de dois meses, UEL FM volta ao ar nesta quinta feira
(foto: divulgação)

A UEL FM divulgou em sua página oficial do Facebook que a emissora voltou ao ar na manhã desta quinta feira (21), depois de dois meses sem transmissão.

A nota salienta que a volta da rádio é em caráter emergencial e com potência reduzida. Segundo a direção da emissora, exigências legais da Agência Nacional de telecomunicações (Anatel) e do ministério das Comunicações forçaram a volta.

A rádio estava fora do ar desde maio, quando um raio atingiu Centro de comunicações e artes da universidade (CECA), onde fica a emissora, e danificou parte dos equipamentos de transmissão.

Confira a nota emitida pela Rádio UEL:

A rádio educativa da Universidade Estadual de Londrina (UEL FM – 107,9 MHz) voltou a operar na manhã de hoje (21/7/2016), em caráter emergencial e com potência reduzida, 72 dias depois que uma forte descarga elétrica natural (raio) queimou seus principais equipamentos e a tirou do ar, na madrugada de 9 de maio.

Este funcionamento se dará ainda sob condições precárias, somente para cumprir exigências legais da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Ministério das Comunicações. Assim, a potência de emissão de sons do transmissor, que é de 10 kilowatts, estará reduzida temporariamente a 1 kilowatt. Nos próximos dias e semanas, a emissora veiculará apenas músicas, nacionais e internacionais. A programação normal completa – com produções diárias da equipe de jornalismo e programas semanais elaborados por colaboradores externos – voltará ao ar, possivelmente, em agosto.

O raio que caiu em maio sobre o campus da UEL queimou uma mesa de áudio do estúdio principal, um transmissor, um processador de som, vários transistores e outras peças, e, principalmente, os cabos de áudio que faziam a ligação do estúdio com o transmissor. Depois dos trâmites legais, a Administração da UEL comprou, em junho, todos os equipamentos e peças necessários à reestruturação da rádio, investindo cerca de R$70 mil de recursos próprios.

Porém, alguns dos equipamentos e peças adquiridos não foram entregues ainda pelas empresas fornecedoras, que estão dentro dos prazos estabelecidos nos respectivos contratos dos negócios. Entre os considerados essenciais para o funcionamento pleno da UEL FM, e ainda não recebidos, estão o processador de som e os cabos de áudio para a interligação do estúdio com o transmissor/antena. A expectativa é de que eles sejam entregues e instalados no próximo mês.

A direção e funcionários da UEL FM pedem compreensão aos ouvintes e agradecem pelo apoio e solidariedade recebidos durante este longo, e triste, período em que a emissora educativa esteve fora do ar.