28°
Máx
17°
Min

Escolas estaduais promovem ações de combate ao bullying

(Foto: SMCS) - Escolas estaduais promovem ações de combate ao bullying
(Foto: SMCS)

Os estudantes do Colégio Estadual São Cristóvão, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, promoveram nessa quinta-feira (7) uma mesa-redonda para debater sobre o bullying e compartilhar experiências vivenciadas sobre o assunto. A iniciativa é uma das ações realizadas pelas escolas estaduais para marcar o Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola. 

A proposta trouxe à tona questões para enfrentar situações de violência na escola e até mesmo na sociedade. “Trabalhar maneiras de combater o bullying e a violência na escola é importante para mudar aspectos culturais que são reforçados no dia a dia sem que percebamos. Essa reflexão é o primeiro passo para construirmos uma cultura baseada no respeito ao próximo”, explicou a professora de sociologia, Lucineli Siqueira. 

Ao final de palestra sobre o tema cada aluno voltou para a sala com uma missão: repassar aos demais colegas as orientações para combater o bullying. “As informações que compartilhamos nos ajudam a perceber que pequenas atitudes, que para nós parecem brincadeiras, podem magoar e machucar os nossos colegas”, lembrou o aluno Andriws Gustavo da Silva, 15 anos, do 2° ano do ensino médio. 

No colégio São Cristóvão o tema é trabalhado de maneira interdisciplinar no cotidiano escolar. Segundo a estudante Wanessa de Almeida, 17 anos, também do 2° ano do ensino médio, o debate reforça a conscientização sobre o respeito ao diferente. “Em muitos casos a prática do bullying acontece por não aceitarmos as coisas diferentes do padrão estabelecido pela sociedade”, lembrou Wanessa. 

As próprias instituições de ensino definiram as atividades para trabalhar o tema e receberam orientações das equipes técnicas da Secretaria de Estado da Educação e dos Núcleos Regionais de Educação. O objetivo é fortalecer políticas públicas em prol da defesa e garantia dos direitos de crianças e adolescente.

“A escola tem um papel fundamental para fortalecermos esse debate e buscarmos combater o bullying dentro e fora do ambiente escolar”, disse a secretária da Educação, professora Ana Seres. 

A Secretaria da Educação trabalha diretamente com as escolas as questões relacionadas à prevenção e enfrentamento às violências no ambiente escolar. Entre as ações da Pasta destacam-se a formação continuada dos profissionais da educação, presencial ou a distância, por meio de seminários, reuniões técnicas, fóruns, palestras e oficinas, em que são abordados os principais aspectos das violências. 

Dia Nacional

O dia 7 de abril foi instituído como Dia Nacional de Combate ao Bullying e à Violência na Escola pela Lei 3015/11. A medida determina práticas pedagógicas que envolva as instituições de ensino no debate do combate ao bullying e à violência escolar no Brasil. 

No Paraná, foi instituída a Lei nº 17. 335, de 10 de outubro de 2012, que fortalece o combate ao bullying nas escolas públicas e privadas do Estado. A lei estadual é similar à federal, trazendo mudanças quanto às competências das instituições de ensino e a elaboração de um plano de ação com medidas preventivas ao bulllying.

Colaboração AENPr.