24°
Máx
17°
Min

Escolas municipais promovem atividades sobre as Olimpíadas

As escolas municipais de Londrina estão promovendo diversas atividades ligadas ao tema “Olimpíadas”. A intenção é abordar um assunto da atualidade, divulgar os esportes olímpicos e a diversidade cultural esportiva. As atividades incluem desde abordagens teóricas, trabalhadas em sala de aula, até o desenvolvimento de modalidades olímpicas durante a disciplina de educação física.

A diretora pedagógica do Município, Mariângela Bianchini, informou que trata-se de uma proposta de trabalho baseada nos temas da atualidade, para que isso tenha um significado maior para a criança. “É um momento propício para as escolas abordarem o tema, por conta das Olimpíadas que estão acontecendo no Brasil, seja por meio da realização de uma olimpíada mirim ou em cima do conteúdo trabalhado, como produção de textos”, ressaltou.

Para Mariângela, o desenvolvimento deste tipo de atividade pode despertar o interesse nos alunos pelo esporte. “A realização dos jogos olímpicos em nosso País chama muita atenção das crianças, então promover este tipo de atividade traz a oportunidade de desenvolver o gosto e o potencial das crianças e, quem sabe, despertar um futuro atleta”, disse.

A Escola Municipal Ignez Corso Andreazza, localizada no Conjunto Habitacional Vivi Xavier, fez uma abertura das atividades na última sexta-feira (5), com o envolvimento de todos os 674 alunos. Os estudantes fizeram um desfile das alegações, receberam a tocha, cantaram o Hino Nacional e declamaram o juramento dos atletas. Na sequência, foi realizada a abertura oficial dos jogos, pela diretora da unidade.

A auxiliar de supervisão da escola, Silvana de Almeida, contou que nesta semana serão desenvolvidos jogos durante a disciplina de Educação Física, nas modalidades olímpicas como atletismo, incluindo revezamento, corrida com obstáculos e 100 metros rasos, e os não olímpicos, como bola queimada e outros tipos de revezamentos. “O objetivo é envolver as crianças neste momento em que o país está vivendo e mostrar a elas que o importante não é ganhar e sim participar”, disse.

Segundo a supervisora da Escola, as atividades contaram com o envolvimento de todos os colaboradores da unidade. “Também fizemos uma prova paralímpica, pois temos uma aluna com deficiência visual. Colocamos uma venda em outros alunos para que todos competissem por igual”, destacou.

As atividades da Escola se encerram na próxima sexta-feira (12), com a doação de sangue dos pais e outros familiares para o Hemocentro. A iniciativa será realizada das 8 às 12 horas. Um ônibus e profissionais do Hemocentro estarão no local para fazer a coleta do sangue.

Modalidades paralímpicas

Outra escola, a Moacyr Camargo Martins, também promoveu uma abertura dos jogos olímpicos na sexta-feira (5), com um desfile dos alunos representando os atletas, com bandeiras, arco, mini tocha, além de danças, juramento do atleta e hino nacional. Durante toda a semana também serão desenvolvidas modalidades olímpicas e paraolímpicas, com foco nos esportes menos conhecidos pelos estudantes, como rugby, handebol, badminton e, nas modalidades paralímpicas, voleibol sentado e golbol.

 “Os alunos já fizeram a pesquisa sobre os esportes no trabalho de integração em sala de aula e agora desenvolverão a parte prática”, destacou a professora de Educação Física da unidade, Sandra Bezerra. Segundo ela, a intenção das ações é divulgar os esportes, mostrando a diversidade cultural esportiva, e promover a socialização entre os estudantes, abordando valores como a paz. “Acreditamos no esporte como uma meio educacional. As atividades envolveram todas da escola, desde os colaboradores da limpeza e auxiliares gerais, até os professores e direção”, ressaltou

(com informações do Núcleo de Comunicação da Prefeitura)