22°
Máx
17°
Min

Evento "Conectando saberes e práticas” será realizado nesta quarta-feira, na Unila Jardim Universitário

Exibição de curta-metragem, mostra de ensaio fotográfico e debate sobre as fronteiras por meio de imagens compõem as atividades do “Conectando saberes e práticas: imagens e fronteiras”. O evento será realizado nesta quarta-feira (15), na UNILA Jardim Universitário, às 18h30. 

A atividade, certificada e aberta ao público, é uma realização do Programa de Educação Tutorial (PET) Conexões de Saberes da UNILA, que tem como uma das ações criar um espaço de apresentação da trajetória de pesquisadores, estudantes ou membros da comunidade externa da Universidade, por meio de seus objetos e sujeitos de pesquisa.

Neste evento, será a vez da docente de Cinema e Audiovisual, Francieli Rebelatto, apresentar como as imagens e as fronteiras territoriais perpassaram sua trajetória de pesquisa na graduação e no mestrado. Na oportunidade, acontece a exibição de seu curta-metragem "Causos e cuentos de fronteira", realizado com a pesquisadora e antropóloga da Universidade de Brasília (UnB), Luciana Hartmann.

A professora da UNILA ainda apresenta o projeto “Cruzando a ponte, vivendo na linha: marcas e marcos de uma cultura da fronteira à luz da fotoetnografia” - ensaio que é resultado do seu trabalho de mestrado nas fronteiras entre Brasil, Argentina e Uruguai.

Programa de Ensino Tutorial

O PET Conexões de Saberes tem como objetivo desenvolver ações inovadoras que ampliem a troca de saberes entre as comunidades populares e a Universidade, valorizando o protagonismo dos estudantes universitários, beneficiários das ações afirmativas no âmbito das universidades públicas brasileiras. Assim, visa contribuir para a inclusão social de jovens oriundos das comunidades do campo, quilombola, indígena e em situação de vulnerabilidade social.

Um grupo tutorial caracteriza-se pela presença de um tutor, que tem a missão de estimular a aprendizagem ativa de seus membros por meio da vivência, reflexões e discussões, em clima de informalidade e cooperação. 

O PET, na UNILA, nasceu há cinco anos com enfoque na literatura latino-americana, no contexto da fronteira. Atualmente, o Programa, coordenado pela docente Francieli Rebelatto, trabalha com o tema "Trânsitos culturais fronteiriços: território, memória e as poéticas audiovisuais".

O Programa também atua na observação dos espaços de interdisciplinaridade em diferentes áreas do conhecimento, e de como esses espaços delineiam territorialidades culturais compartilhadas e/ou conflitivas na fronteira trinacional e na UNILA. 

O PET Conexões de Saberes da Universidade trabalha, de forma interdisciplinar, a formação dos discentes por meio do ensino, pesquisa e extensão. Hoje, o Programa conta com 12 estudantes bolsistas dos cursos de Cinema e Audiovisual; Antropologia; História; Desenvolvimento Rural e Segurança Alimentar; e Saúde Coletiva.

Colaboração: Assessoria de imprensa