22°
Máx
14°
Min

Governo do Estado premia melhores administrações de escolas estaduais

(Foto: AEN) - Governo do Estado premia melhores administrações de escolas estaduais
(Foto: AEN)

As escolas da rede estadual dos Núcleos Regionais de Educação (NREs) de Guarapuava e Pitanga, na região Central do Estado, serão contempladas com o Prêmio de Gestão na quarta (14) e quinta-feira (15), respectivamente. O programa, inédito no País, reconhece as melhores administrações escolares nas quais a aplicação eficiente dos recursos públicos possibilita o desenvolvimento de projetos pedagógicos.

Desta vez serão premiadas as escolas pertencentes aos núcleos de Guarapuava, Pitanga, Toledo, Assis Chateaubriand, Goioerê, Cianorte, Pato Branco, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Ibaiti, Wenceslau Braz e Cornélio Procópio. As unidades de Goioerê e Toledo receberam a premiação em agosto.

Em 2017, o prêmio vai envolver escolas de 15 núcleos de educação. Já para 2018 está prevista a edição estadual do Prêmio de Gestão, que irá escolher a melhor gestão escolar de todo o Paraná.

As três primeiras escolas serão premiadas com uma cota extra no valor de R$ 6 mil (para a primeira colocada), R$ 4 mil (segunda), e 3 mil (terceira). A aplicação dos recursos será definida pela unidade de acordo com a prioridade de cada estabelecimento de ensino. As demais escolas receberam uma menção honrosa pelos projetos desenvolvidos.

O prêmio é uma iniciativa inédita do Estado do Paraná, desenvolvido pela Coordenadoria de Apoio Financeiro à Rede Escolar (CAF) da Secretaria de Estado da Educação. “O objetivo é reconhecer e divulgar as melhores gestões que contam com a participação efetiva da comunidade escolar na aplicação dos recursos públicos e no desenvolvimento de projetos pedagógicos inéditos”, explicou o chefe da CAF, Manoel José Vicente.

META - O projeto faz parte do programa Minha Escola tem Ação (Meta) da Secretaria da Educação, que busca reduzir os índices de evasão e elevar a qualidade do ensino por meio de uma boa gestão escolar.

Para participar, as unidades da rede pública precisam passar por 12 critérios, como entrega das prestações de contas em dia, cumprimento dos prazos, manutenção da rede física das escolas, além de projetos inovadores que reflitam na qualidade do processo de ensino e aprendizado. As escolas também precisam apresentar bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Colaboração Agência Estadual de Notícias