22°
Máx
16°
Min

Greve na rede municipal de educação deixa 1,9 mil alunos sem aulas em Antonina

(Foto: Pedro Ribas/ ANPr) - Greve na rede municipal de educação deixa 1,9 mil alunos sem aulas em Antonina
(Foto: Pedro Ribas/ ANPr)

O ano letivo de 2016 não começou ainda para os alunos da Rede Municipal de Educação de Antonina, e também não tem previsão de que as crianças voltem aos bancos escolares. E, o motivo para que todas as escolas e o Centro Municipal de Educação (Cmei) da cidade estejam fechados é a greve geral dos professores. A situação foi confirmada pela assessoria de imprensa da Prefeitura, que disse ainda, que “o município não pode se manifestar oficialmente sobre o fato, uma vez que a situação está na Justiça”. “A administração tentou de todas as formas uma negociação com a categoria. Repassamos a proposta para os professores e eles não deram uma resposta, então, acionamos o Ministério Público e levamos o caso à Justiça”, explicou o assessor. “Agora, aguardamos a resposta para saber que medidas devem ser tomadas”.

Enquanto a situação não se resolve, cerca de 1,9 mil alunos seguem sem aulas. Os professores alegam que “não há negociação possível com a prefeitura”.  Os funcionários reivindicam reajuste salarial, auxilio transporte e melhorias nas escolas.