24°
Máx
17°
Min

Mais de 17 mil inscritos para 1470 vagas no vestibular de inverno 2016

Foto: Assessoria  - Mais de 17 mil inscritos para 1470 vagas no vestibular de inverno 2016
Foto: Assessoria

O Vestibular de Inverno 2016 da UEM terá 17.505 candidatos, oriundos dos 26 estados brasileiros, disputando 1.470 vagas distribuídas em 69 cursos de graduação. Em cada curso, turno e câmpus, 20% das vagas são reservadas ao Sistema de Cotas Sociais adotado pela instituição. 

A grande maioria dos candidatos, 11.914 pessoas, farão as provas em Maringá. Além do câmpus da UEM, o Vestibular será aplicado na Unicesumar, na Pontifícia Universidade Católica (PUC), na Faculdade Cidade Verde e na Feitep (Faculdade de Engenharia e Inovação Técnico Profissional).

Além de Maringá, haverá provas nas cidades de Cianorte (854 candidatos), Campo Mourão (551), Goioerê (237), Ivaiporã (326), Paranavaí (924), Apucarana (1.377), Umuarama (1.246) e Cidade Gaúcha (76).

Medicina, Arquitetura e Urbanismo, e Odontologia são, pela ordem, os cursos mais concorridos, de acordo com levantamento sobre a concorrência divulgado pela CVU. 

Cada vaga do curso de Medicina será disputada por 307.3 candidatos, enquanto que Arquitetura e Urbanismo terá 60.8 candidatos por vaga, e Odontologia 48.8. O quarto curso mais concorrido é Direito (matutino), com 46.3 inscritos por vaga.

Entre os candidatos inscritos pelo sistema de cotas, a disputa segue a mesma ordem, com exceção do quarto curso mais concorrido, que, entre os cotistas, é Engenharia Mecânica, na proporção de 21.3 vestibulandos por vaga.

O Vestibular terá início, no domingo, com a prova de Conhecimentos Gerais. O concurso vai se estender até a próxima terça-feira (19), sempre com início às 9 horas. 

A prova de Conhecimentos Gerais terá 40 questões alternativas múltiplas, envolvendo as matérias de arte, biologia, filosofia, física, geografia, história, matemática, química e sociologia. 

Na segunda-feira, os candidatos farão as provas de Língua Portuguesa e Literaturas em Língua Portuguesa, Língua Estrangeira e Redação. Haverá 10 questões de alternativas múltiplas de língua portuguesa, 5 de literaturas em língua portuguesa e 5 questões de língua estrangeira (espanhol, francês ou inglês, de acordo com a opção indicada na ficha de inscrição). Na prova de Redação, os vestibulandos serão solicitados a elaborar a produção de 2 a 4 gêneros textuais.

Encerrando o Vestibular, na terça-feira será aplicada a prova de Conhecimentos Específicos, com 40 questões de alternativas múltiplas, sendo 20 de cada uma das matérias pertinentes ao curso escolhido pelo candidato. Nos três dias, as provas serão aplicadas das 9 às 13 horas.

Organizadora do concurso, a Comissão Central do Vestibular Unificado (CVU) está mobilizando cerca de 1.400 pessoas para atuar na fiscalização do evento, todas devidamente treinadas e instruídas pela Comissão. Elas responderão como coordenadores de sede, fiscais de bloco e fiscais de sala/corredor.

Ao todo, aproximadamente 2 mil pessoas estão envolvidas com a preparação deste Vestibular, incluindo os incumbidos pela elaboração e revisão das provas, além dos que trabalharão na avaliação da prova de Redação.

Colaboração: Assessoria de imprensa