24°
Máx
17°
Min

Mais dois colégios estaduais são ocupados em Maringá, chegando a seis

Dois colégios estaduais de Maringá foram ocupados na manhã desta quinta-feira (13), chegando a seis no município. As novas movimentações foram registradas no Colégio de Aplicação Pedagógica (CAP) da Universidade Estadual de Maringá, na Zona 7, e Rodrigues Alves, na Vila Santo Antônio.

As outras quatro escolas ocupadas em Maringá são Adaile Maria Leite (Jardim Liberdade), Alberto Jackson Byinton Junior (Zona 5), Tânia Varella (Conjunto Guaiapó) e Brasílio Itiberê (Zona 2). Os alunos também estão nos colégios Parigot de Souza, em Mandaguaçu, e Olavo Bilac em Sarandi. 

Na área do Núcleo Regional de Educação de Maringá, são 8.785 alunos sem aulas devido ao protesto contra a medida provisória anunciada pelo presidente Michel Temer (PMDB), que reformula o Ensino Médio.

Os estudantes acreditam que o Ensino Médio precisa ser repensado, mas cobram a participação da comunidade no debate, já que a medida provisória foi assinada sem consulta à sociedade civil.

A reforma traz pontos polêmicos, como a obrigatoriedade apenas do ensino de Matemática, Português e Inglês , com o restante das matérias escolhidas pelos alunos. Outro ponto de questionamento é a contratação de professores sem formação, com conhecimento notório sobre o assunto. 

Os protestos registrados em todo o Paraná, que já estão em mais de 250 colégios, também se posicionam contra a Proposta de Emenda à Constituição 241, que congela os gastos públicos pelos próximos 20 anos.

Ocupações foram registradas nesta quinta-feira em Cianorte e Campo Mourão.